SENAR/AP Cultivando o Conhecimento

Assistência Técnica e Gerencial do SENAR-AP atenderá 125 propriedades rurais no Amapá

Assistência Técnica e Gerencial do SENAR-AP atenderá 125 propriedades rurais no Amapá

Serão trabalhadas as cadeias produtivas da mandiocultura (Itaubal, Mazagão, São Joaquim do Pacuí e Tracajatuba I); horticultura (polo e mini polo da Fazendinha); fruticultura (Porto Grande).

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Nesta segunda-feira (1º), o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural – Administração Regional do Amapá (Senar-AR/AP) iniciará as atividades do novo programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG). Serão atendidas pela iniciativa 125 propriedades rurais nos municípios de Mazagão, Porto Grande, Itaubal do Piririm, Macapá e áreas rurais de São Joaquim do Pacuí e Tracajatuba I.

O programa é coordenado pelo Senar Amapá em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amapá (Sebrae/AP), Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) e Embrapa/AP. A assistência técnica e gerencial é oferecida de forma gratuita ao produtor rural, com visitas técnicas mensais realizadas no período de dois anos.

De acordo com o coordenador da ATeG no Amapá, Valdinei Gomes, o trabalho continuado oferecido pelo programa é um de seus destaques, além da possibilidade de aumento na produtividade das propriedades rurais. “A nossa perspectiva com o programa é aumentar a lucratividade desses produtores, além de preencher essa lacuna da não continuidade da assistência técnica. Após a primeira fase de diagnóstico e planejamento já será possível observar os resultados desse trabalho”, informou o técnico.

A ATeG segue uma metodologia de cinco etapas: elaboração de diagnóstico produtivo individualizado, planejamento estratégico, adequação tecnológica, capacitação profissional complementar e avaliação sistemática de resultados.

Cada região trabalhará áreas de produção específicas com os técnicos de campo do Rurap, com destaque para as cadeias produtivas trabalhadas no projeto “Crescer no Campo”, do SEBRAE/AP: mandiocultura (Itaubal, Mazagão, São Joaquim do Pacuí e Tracajatuba I); horticultura (polo e mini polo da Fazendinha); fruticultura (Porto Grande).

Programa ATeG

O SENAR criou a Metodologia de Assistência Técnica e Gerencial para auxiliar, principalmente, os produtores rurais das classes C, D e E. A produção assistida é realizada com grupos de produtores selecionados e desenvolvida por metas.

O programa tem como foco a implantação de um modelo de operação e gestão das propriedades rurais, englobando todos os processos da cadeia produtiva, possibilitando a realização de ações efetivas, nas áreas econômica, social, e ambiental, e nos processos de gestão de negócio, visando proporcionar a sua evolução socioeconômica da família e da comunidade.

Deste modo, o programa busca capacitar o produtor rural para o empreendedorismo e a gestão do seu negócio, elevando a sua renda e produtividade, estabelecendo um novo perfil tecnológico, social e econômico a partir do planejamento estratégico para a sua propriedade. Na mesma seara o técnico de campo tem a possibilidade de um novo mercado de trabalho e formação continuada.

Macapá, 01 de abril de 2019

Daniel Alves

Assessor de Comunicação da FAEAP/SENAR-AP

www.senar-ap.org.br

E-mail: daniel.alves@senar-ap.org.br

Telefones: (96) 3242-1049 /1055/2595/2580

E-mail: senar-ap@senar-ap.org.br

Instagram: @sistemafaeapsenarap

facebook.com/faeapsenarap

Twitter: @AmapaSenar

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp

Veja Também:

Artigos Relacionados